dor de amor

Disseram pra menina que dor de amor leva seis meses pra curar.
Eu acho que leva até mais…
Mas aí ela resolveu fazer 180 cartazes pra sair da fossa, um cartaz pra cada dia.
Com letras de músicas que podem curar essa dor que todos nós já sentimos. Ou não.
Enfim, alguns eu colocaria na minha parede:

E a nossa promo continua no ar. Já tá participando? Clica aqui!

Bom dia, segunda-feira #25

No último sábado fui pego de surpresa por uma emissora local, ao ver uma apresentação da Ellie Goulding, essa gatuxa inglesa de 25 anos, que até então eu só conhecia de nome. Era exatamente essa aqui:

      Não conheço ainda muito dela, mas curti a estética de gata noventista. Só sei que tem 2 CDs (Lights, 2010 e Halcyon, 2012). Baixei o Halcyon, e desde então parei um pouco de escutar o novo do No Doubt, porque achei muito bom. Às vezes lembra o dream pop da Grimes, às Vezes Florence, e às vezes Zola Jesus. Mistureba? Sim, mas o resultado é bom, como dá pra ver aqui no vídeo ainda novinho de “Anything could Happen”:

E assim a gente começa a semana. Bom dia!

 

 

Música + fotografia

A Natalia é jornalista, produtora e fotógrafa que, dia sim, dia não, faz uns ensaios muito legais.

O mais recente é coisa linda de se ver, criado pra promover o trabalho da Cami Rabêlo, uma artista local que eu ainda não conhecia, mas ouvi hoje no soundcloud e gostei muito, principalmente das letras das músicas.

De acordo com a Natalia, a Camila tem um estilo sessentista e, como a casa dela é muito retrô, não precisou ir longe pra acharem o cenário perfeito:

O ensaio faz parte dos primeiros passos pra volta da Camila aos palcos, que vai resultar em gravação de DVD e tudo.
E eu vou querer demais ouvir.

Bom Dia, Terça-Feira!

      Algumas gatuxas se rasgando por aí por uma saia mullet, e em 2009 Regina Spektor (muito avante, por sinal) já trabalhava lindamente com elas. Por incrível que pareça, eu ainda não tinha visto esse clipe (muito atualizado, só que não), e adorei a pegada surrealista. Fora que a música é linda (acredite ou não em Deus ou em outros deuses).
      Prima Reggie acertou mais uma vez, só pra não perder o costume.

Bom dia, segunda-feira! #24

      Novidade aqui passou foi longe, mas, aproveitando o saudosismo de início de semana… Dia desses eu escutava essa aqui com a Maria, e aposto que, assim como eu, ela lembrou da época que achávamos que cantorinhas e cantorzinhos eram as pessoas mais sábias. Se bem que acho até que não mudou muita coisa de lá pra cá.
      Enfim, essa será para sempre uma fófis de nossos <3:


Lembrei também que, nessa época, várions queriam camiseta com estampa de dragão (é, eu não consigo me desapegar da moda)

Bom Dia, Segunda-feira #23

      O meu bom dia de hoje vem com uma música fófis, que me faz lembrar com uma saudadezinha boa de tempos no quais eu e a Maria Clara tínhamos ideais de um “simple kind of life” um tanto diferentes dos atuais.

Bom dia, segunda-feira #22

      O “bom dia” de hoje já é um “boa tarde” (ah, é carnaval, gente). Bem distante do clima carnavalesco, trago prima Flo pra começar bem a semana com um vídeo que nem é novidade, mas que vale pelo visual lindo e pela aula de como apresentar ao vivo uma música menorzinha, sem deixar de arrancar suspiros e arrepios (fica a dica, Lana).

 

Bom dia, segunda-feira #21

      Vou tomar a vez da Maria hoje, mas é porque eu achei Bad Girls (a nova parceria da M.I.A. com o Romain Gavras) tão espetacularmente espetacular, que eu acho que é daqueles que merecem ficar no repeat a semana inteira:


Quero tudo, fia! Inclusive a jaqueta que brilha e o carro de prástico!

 

Entradas Mais Antigas Anteriores

@thalitaviana

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

@venniciuscastro

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Nós 4 team

rodape
%d blogueiros gostam disto: