C’mon Rude Boy!

Na Jamaica de 1960 os marginais adolescentes tocavam terror em Kingston. Eram os Rude Boys.  Garotos da periferia que alopravam com violência ao som do Ska. Depois de alguns anos (lá pra 1970) o termo foi se desvinculando desse movimento e  passou a ser usado pra designar uma subcultura popular de moda, música e comportamento, como o grunge, indie, hispster e la la la…

Nesse período de 1970, muitos desses jovens imigraram para Inglaterra levando o seu “way of life” e acabaram influenciando alguns jovens ingleses (que andavam meio perdidos na vida). E quem diria, acabaram dando o pontapé inicial para o surgimento dos  primeiros grupos de Skinheads.

Mas é importante lembrar que os Skinheads não surgiram por questões políticas e nem raciais, isso foi bem depois. E os Rude Boys Jamaicanos já não teriam mais nada a ver com isso.

O que é mais legal nas produções desses rapazes, é o tom atemporal do visual, agressivo e sofisticado. É pra qualquer época.

Aqui tem uma galeria muito massa do fotógrafo Clayton James inspirada nos Rude Boys (e nas Rude Girls).

E pra dar uma animada no dia, se liga nesse clipe do Gnarls Barkley, que mostra um pouquinho dessa galera.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

@thalitaviana

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

@tangerinejuice

@venniciuscastro

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Nós 4 team

rodape
%d blogueiros gostam disto: